Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sonhos Urbanos

Powered by Cognitive Science

Dedos que voam

por Jorge, em 01.02.04

Sim, hoje decidi que os meus dedos voltariam a voar sobre o meu teclado, pressionando ocasionalmente algumas teclas para assim arquitectar novas frases. Voltar a mergulhar no improviso da escrita é obviamente um motivo para festejar. (Yupppppppppppiiiiiiiii!!!!!!!!!!!) É preciso estar muito bem disposto para fazer isto, é um acto criador que me devolve à manutenção cuidadosa deste blog.


Ultimamente os meus dois blogs têm andado muito murchos para o meu gosto, mas como me afeiçoei a eles não desisti deles e cá tenho colocado qualquer coisa... só que de facto não tem sido inteiramente ao meu gosto. Mas aqui o vosso Jorge, escritor de blogs e super-herói (obviamente em part-time, com a quantidade de matéria que ainda não estudei para a frequência de terça-feira), está de novo com boas ideias e apesar do pouco tempo livre tenho tido muita vontade de escrever mais regularmente e de forma mais cuidadosa.


Hoje andei a passear por alguns blogs do sapo, li posts muito interessantes, li outros menos interessantes (pelo menos para mim)... e para minha surpresa encontrei um blog que critica os outros blogs... o que me parece um óptimo tema quando nos falta imaginação (LOL). Lembrei-me claro dos criticos de cinema, que gostam de qualquer m**** (leia-se porcaria) que seja premiada num festival de cinema estrangeiro, cascam imenso noutros filmes (através de poses pseudo-intelectuais) e, tristemente, nunca fizeram grande coisa (ou mesmo nenhuma) em cinema... ou seja é só fazer a ponte com o que falei anteriormente, um blog que só critica os outros é uma m**** de blog :P ... uma vez mais reforço que esta avaliação se baseia somente na minha opinião. Basicamente acho que não é um trabalho construtivo nem criativo, mas também só vai lá ler aqueles posts quem quer.


Por hoje vou parar de adicionar palavras ao meu blog, e vou agora aventurar-me nos mais recentes sonhos urbanos. Abraço. Jorge

3 comentários

Comentar post