Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sonhos Urbanos

Powered by Cognitive Science

Estranhos destinos

por Jorge, em 08.02.06
“Dei-lhe a minha alma
E ela talvez por não a ter sentido
Deixou-a morrer.
E com ela tantas coisas se foram”
Heavenwood



Não sabíamos onde chegaríamos, hoje aqui estamos. Quem diria?
Massacrados por uma existência brutalizante, fria e anestesiada.
O fim é aqui, no local onde os sentimentos morrem.

Ilustração: Mian Ru
Texto: Jorge Amorim

2 comentários

Comentar post