Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sonhos Urbanos

Powered by Cognitive Science

Experiência MEO

por Jorge, em 29.07.10

Senhora Simpática (SS): Boa noite! Sei que tem o serviço Sapo ADSL, já ouviu falar do MEO?

Jorge (J): Claro que não, vivo numa caverna não sei do que fala (risos).

(SS): (risos) Então e o que acha de ter Internet, TV e BLA BLA BLA BLA... por menos dinheiro que gasta e BLA BLA BLA BLA

(J): Não estou interessado, sou um gajo rico e adoro esbanjar dinheiro (risos)

 

[a conversa repetiu-se durante meses - NÃO EU NÃO QUERO A PORRA DO MEO! DEIXEM-ME! NÃO, NÃO VIVE CÁ NENHUM JORGE FOI VIVER PARA A ÁFRICA DO SUL]

 

Até que um dia...

 

 

J: Sim, estou interessado em mudar. [PUMBA]

 

(...)

 

 

A) Instalaram

B) Configuraram

C) Explicaram-me os primeiros passos

D) De 4 canais passei a muitos

E) A BOX :D

 

 

Ao fim de uma semana, estava muito contente, gravava o "Doctor Who" e antes de ir para o trabalho conseguia ver um episódio. Depois passei a gravar filmes como "O Padrinho", "Forest Gump" ou "Melhor é impossível". Voltei a viajar numa época de inocência onde conseguia retirar coisas boas de poucos minutos em frente à televisão.

 

Até ao dia em que encontrei a Box da Meo com uma luz laranja, não acontecia nada quando ligava ou desligava. Antes de ligar para a assistência procurei em fóruns, encontrei uma solução engraçada "dar um ponapé na box". Ri-me, segui em frente. Encontrei outras, "soco na box", "double kick na box", "cabeçada na box". Basicamente uma solução que requeria uma simples coça na Box, achei aquilo muito selvagem e simplesmente desliguei a alimentação à corrente e voltei a ligar... NADA.

 

Ao acordar, depois de verificar a persistência da luz laranja, espetei uma chapadona no lado direito da box e está ali a funcionar que é uma maravilha.

 

Mas não se preocupem, só vejo uma hora de TV por dia (ainda bem que tenho a box para gravar e ver os filmes às mijas)

 

Dia 02

Texto: JA

Imagem: roubada indecentemente da net

 

 

 

5 comentários

Comentar post