Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sonhos Urbanos

Powered by Cognitive Science

Passo a explicar este estranho medo...

por Jorge, em 31.03.06
Muitos de nós têm medo da rotina, a repetição enfadonha de acontecimentos/actividades. Enfrentamos este medo com a nossa imaginação e passamos grande parte do nosso tempo a criar.

Por quanto tempo nos vamos aguentar sem cair nas garras da rotina? Que estranho paradoxo é este de criar uma rotina de criar coisas novas para fugir de uma qualquer rotina? Haverá fuga?

Jorge

Ficções de um blogger 1

por Jorge, em 30.03.06
Comer um gelado à chuva, sentado num molhado banco de jardim e a tentar ler um livro de poesia. Uma gorda pomba cinzenta tentou meter conversa, talvez em busca de um bocado de pão ou mesmo milho, cortei logo qualquer hipótese de comunicação.

As pessoas passavam e olhavam para mim, uma jovem bem bonita aproximou-se e colocou uma moeda de 2 euros aos meus pés. "Pensei que valia mais, talvez seja a crise" pensei antes de retomar a minha leitura.

O pior da poesia é que nos rouba o momento presente e nos corta da realidade, ficamos viajantes com aquelas palavras e ideias. Sonhadores literários; até esquecemos que temos a roupa encharcada da chuva, do frio que o gelado nos causa nos dentes e que o raio da pomba nos deixou um desagradável presente mesmo em cima do casaco.

Jorge

Invadir o silêncio

por Jorge, em 29.03.06
"Part of me wants to stay here forever and never have to face what's going on outside.
But that's not right. Is it?
That's not taking responsibility.
Not conquering my universe."


Alan Moore in V for Vendetta

A minha voz deixou de ser expressa neste blog, pelo menos da forma que o fez em tempos. Até hoje, que uma revolução se iniciou no meu ser, "há mesmo algo de errado com este país".

V for Vendetta

por Jorge, em 27.03.06
Um rosto escondido com uma máscara, uma roupa preta e alguns explosivos servem para abordar a luta pela liberdade e a responsabilidade social individual.



Não se deixem enganar pelo trailler superficial cheio de acção, este é um filme para ver, pensar e discutir.

Escrevi uma crítica sobre o filme no Outro Lado dos Comics, deixo aqui a informação para quem estiver interessado.

Jorge
(Candidato a V)

...

por Jorge, em 22.03.06
"Até que o meu coração pare de bater, devo fazer tudo o que penso poder fazer, isto é, ajudar todos os que necessitam"

Sean Devereux (1964-1993)

"Insatiable"

por Jorge, em 21.03.06
this has got to stop
not the passion
us not being able to resist each other
the endless craving in my groin
the hunger of my lips to taste you
the pull of my arms to wrap you to me

this has got to stop
not the unquenchable desire
the tongue massaging flesh
the arms that caress
and enfold

but the interruption of daybreak
the demands of work
the intrusion of friends
all those petty things that steal us from each other
temper our rhythm
wipe our wetness

that`s what has got to stop
not you deep in me
bodies thrashing
drinking love from each other
not being able to get enough of ourselves

the moon refusing to surrender her place to the sun
us interconnected
riding waves
melting iron

us
resisting
drowning ourselves in each other

this has got to stop
but I pray
it never
stops

by Opal Palmer Adisa

Equinócio de Primavera

por Jorge, em 21.03.06
Esperei, esperei, esperei...

Cada espreitadela que dava, ao relógio. parecia tornar mais lentos os movimentos dos ponteiros... foi então que vi as primeiras andorinhas a regressarem à minha cidade...



... E com elas a promessa de um tempo de flores, romance e céus azuis.

Jorge

...

por Jorge, em 20.03.06


"Todo o ser humano deve aperfeiçoar o seu caminho individual"

Miyamoto Musashi, "O livro dos cinco anéis"

Frozen Throne

por Jorge, em 15.03.06
Para todos os possuidores do jogo Warcraft 3: The Frozen Throne deixo esta sugestão.




Jorge
(adorei o capítulo um)

...

por Jorge, em 15.03.06
Comecei a actualizar os links depois de ter tomado a decisão de não migrar o
"Sonhos Urbanos" para a nova plataforma do sapo, pelo menos por agora.

Esta decisão nada tem a ver com os recentes ódios, que tenho visto em alguns
blogs, em relação à nova plataforma dos blogs. Até, pelo que conheço, parece
muito interessante (senhoras e senhores do sapo responsáveis pela mesma
estão de parabéns, até pelas melhorias rápidas que têm efectuado com base
nas críticas construtivas dos utilizadores).

Simplesmente acho que o Sonhos está bem onde está e como está.

Jorge

Pág. 1/2