Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sonhos Urbanos

Powered by Cognitive Science

Quando me abandonas…

por Jorge, em 29.06.05
Se os teus olhos fogem dos meus, o meu chão estremece.
Do meu sorriso fica uma pálida cópia, da minha paixão surge uma sombra.





A segurança abandona a minha casa e aloja-se em frente à minha janela.
Procuro-a todos os dias e ali a vejo. Parada a acenar-me. Sinto-me como se essa segurança fosse o gatinho que subiu para a árvore e não quer descer…
Como as coisas não podem continuar desta forma, decido mexer-me e trazer a segurança de novo para casa…


… E aqui estou com ela, até à próxima vez em que ela fuja de novo…


Jorge

1 comentário

Comentar post