Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sonhos Urbanos

Powered by Cognitive Science

UM LIVRO

por Jorge, em 01.06.05
Compro um livro novo como quem compra uma passagem de avião para um país longínquo... Com aquela expectativa nervosa de conhecer um outro mundo, com novas cores, rostos diferentes e paisagens nunca antes contempladas. Num insistente desejo de evasão que sempre me acompanha, procuro um livro que miraculosamente me salve da crua realidade da minha vida.





Tento encontrar o lugar ideal para o ler (talvez na sombra de uma árvore, com o som dos pássaros por melodia) e sento-me. Passo os dedos pela capa suavemente, viro a folha e parto à aventura... Sempre em busca de algo que sei intuitivamente que existe mas que ainda não me foi revelado.

(...)

Regresso sempre com algo novo de um livro. Como se um véu tivesse sido afastado pelo vento e por instantes me fosse permitido vislumbrar para lá dele as cores verdadeiras e os sentimentos puros.
O que me desilude é ter de viver numa realidade de cores esbatidas, depois de me ter sido dado a conhecer esse milagre... Talvez um dia tenha finalmente coragem de trazer para a realidade todos os mundos que conheci em livros. Talvez um dia deixe de deambular por outras paisagens porque finalmente o universo está pintado da paleta de cores que pinta os meus sonhos.

Texto: Raposa
Imagem: M.C. Escher “Castle in the Air”, (1928)

8 comentários

Comentar post