Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sonhos Urbanos

Powered by Cognitive Science

O Caderno Azul

por Jorge, em 11.02.05

O despertador já tocou duas vezes, estou em negação. Não por sono, preguiça é mais adequado. Horários são uma escravidão, gosto mais daqueles períodos de férias onde durmo quando tenho sono, alimento-me quando me apetece. Sinto-me muito mais livre nesses momentos em que sigo o meu ritmo.


Julgo que neste blog ainda não referi o caderno azul, para quem não sabe, em 1999 iniciei uma série de registos escritos sobre os meus pensamentos (uma espécie de Sonhos Urbanos em papel). Acabei também por fazer alguns desenhos e anotações técnicas no dito caderno). Quando cheguei ao fim deste, estava no ano 2001, escrevi volume 1 na contra-capa (desenhei uma aranha) e guardei-o dentro de um envelope A4. Durante algum tempo escrevi em diversos cadernos, sem residência fixa para a minha escrita.


quico_mac.jpg



No dia 14 de Agosto de 2003 iniciei a minha escrita em blogs, o meu 1º blog (ainda online, apesar de abandonado) foi o Mundo do Jojo. Aí quase que abandonei a escrita em papel, mesmo que não escrevesse um post tinha um documento em Word onde colocava todas as ideias.


 Mais tarde criei o Sonhos Urbanos, depois (com o Filipe) o Partir o Gelo, e recentemente participo no Jam Session. A escrita em papel tornou-se ainda menos utilizada.


Esta segunda-feira, encontrei o tal caderno azul (o tal volume 1) dentro do meu guarda-vestidos, reli com satisfação. Em seguida, saí de casa e comprei aquele que vai ser o volume 2. Isto tudo para dizer que há um novo Caderno Azul, e que isso me faz sentir mais vivo.


Jorge

11 comentários

Comentar post

Pág. 1/2