Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sonhos Urbanos

Powered by Cognitive Science

O teu Mundo...

por Jorge, em 29.11.04

Fui convidado a entrar noutra realidade, deste-me a chave e nem pensei duas vezes: Entrei no teu Mundo! (com algum receio, admito).


Espantoso como me senti em casa, apesar de alguns recantos serem diferentes (e os sonhos também)... Apeteceu-me viver no teu mundo, ou melhor, trazer o meu mundo para junto do teu.


(foi neste momento que o raio da insegurança voltou) Interrrompi aqueles pensamentos que me estavam a fazer sorrir e comecei a inventar tretas para me deitar a baixo.


Fantasiei que não me querias no teu mundo, que não condizia naquele quadro tão doce e interessante. (mas não te disse nada para não ouvir isso dos teus lábios)


Com uma desculpa idiota saí de lá e prometi não voltar (uma promessa que espero mesmo não cumprir) Quando me perguntaram se sentia a falta do teu mundo, brinquei com o assunto e não respondi.


Mais tarde, quando estava sozinho, chorei. Fui à janela do meu Mundo e procurei o teu. Senti um vazio, fiquei a noite toda acordado.


Antes um pouco do Sol nascer, levei a mão ao bolso e com alegria lembrei-me que ainda tinha a chave do teu mundo...

13 comentários

Comentar post

Pág. 1/2