Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sonhos Urbanos

Powered by Cognitive Science

Hora da Besta

por Jorge, em 23.11.04

Sou um animal, mesmo que tenha sido domesticado nunca abandonarei a minha natureza. Fechado na minha jaula social, ando de um lado para o outro a pensar como escapar.


 


beast_blog.jpg


Os meus dentes aproximam-se do teu pescoço suave, não é para produzir algum efeito erótico, é antes para te rasgar. Só depois pensarei nos horrores que te vou fazer. O que sinto por ti é aquilo que poderiam chamar “Sede de Sangue”, como gosto de sorrir maldosamente ao dizer isto.


Como me libertar dos grilhões para poder viver a mais selvagem das liberdades?


Um dia destes vou soltar o meu impulso de destruir o que foi construído com tanta dedicação e seguir o meu caminho.


GRRRRRRRrrrrrr………..


Porque estou farto de ser bem comportado e seguir regras que não fui eu que criei.


(Senta-te, rebola, arranja um emprego, dá a pata, casa-te, reproduz-te, não faças xixi no tapete, morre sossegado para não chateares as pessoas…) 

13 comentários

Comentar post

Pág. 1/2