Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sonhos Urbanos

Powered by Cognitive Science

Transcrição de Entrevistas

por Jorge, em 14.08.10

Experimentei esta semana pela primeira vez. Fazer uma transcrição de uma entrevista... Nunca o tinha feito, é duro.

 

Ainda por cima porque tenho tendência para fazer correcções, um indivíduo diz "Tava a comer um gelado" e eu escrevo "Estava a comer um gelado"... Quando estou a ouvir para garantir, pumba reparo no erro e volto a colocar como foi dito.

 

Exemplo (algo extremo) da minha falha:

 

"Gostava era de.... ehh... amandar... quer dizer... dar uma biqueirada na prósca do Sócras" corre o risco de ser transcrito por mim como "Gostava era de dar um pontapé na próstata do Sócrates".

 

 

Acredito que com a prática vou contornar isto. E, no futuro, se precisar de fazer mais transcrições começo a procurar algum software de apoio (como o Express Scribe)

 

"This isn't our stood-alone-at-Gjallerbru scene, we can keep it small and human." -- Bradhanon

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.