Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sonhos Urbanos

Powered by Cognitive Science

Espera pela momento

por Jorge, em 15.06.05
Acordei antes do Sol, meditei junto dos meus apontamentos e fiz os meus exercícios físicos. A este ritual foi adicionada uma música baixinha, nada relaxante, caso contrário entraria de novo nos reinos de Morfeus.

Aguardo agora pelo momento em que vou entrar naqulela sala...

Hoje é dia de frequência!

Jorge

Um desafio que foi aceite :)

por Jorge, em 14.06.05
Aceitei o desafio da Pam Morrison

1) Melhores filmes dos últimos anos?

The Life Aquatic with Steve Zissou
Big Fish
Kill Bill
Senhor dos Anéis
Sin City

2) Filme(s) "da vida"

Clube dos Poetas Mortos
Braveheart
Regresso ao Futuro
Star Wars (trilogia original)
Toy Story 2


3) Actores com pujança:

Sean Connery
Johnny Deep
Bruce Willis
Brad Pitt
Tom Cruise

4)Actrizes de mão cheia:

Nicole Kidman
Michelle Pfeiffer
Angelina Jolie
Uma Thurman
Charlize Theron

5) O meu musical:
Moulin Rouge

6) Realizador(es) com "R" grande:

Steven Spielberg
Quentin Tarantino
Tim Burton
M. Night Shyamalan


7) Lanço o testemunho a outros cinco bloggers:

Um autor do Jam Session (que não seja eu obviamente)
Marta (Pinguim Fugidio)
Luís (FotoWolfie)
Marta (Formiga)
Patrícia (O sol da tua alma…)


Jorge

Post antes de deitar

por Jorge, em 14.06.05
(Escrito ao som de: Banda Sonora do Kill Bill - Vol. 1)

Vale a pena voltar aqui para adicionar mais uma palavrinhas, voltei a sentir aquela necessidade de estar perto dos blogs onde escrevo. Talvez por estar em casa a estudar e utilizar isto como fuga, ou então porque os blogs adquiriram um peso significativo na minha vida.

Um pouco destas duas hipóteses, a verdade é que antes de me deitar tive vontade de deixar aqui um post.

Hoje já li quase tudo o que trouxe ontem da feira do livro (não olhem assim para mim, também tive a estudar), nada como uma boa leitura de bd para me colocar um sorriso na cara. Amanhã sem nova bd para ler voltarei ao meu bom e velho Oscar Wilde no seu "O retrato de Dorian Gray".

Assim que tiver tempo retomarei a escrita de posts com a habitual linha editorial do Sonhos Urbanos.

Abraço

Jorge

Estilo Pai Natal

por Jorge, em 13.06.05
É verdade que já podia ter feito a barba, no entanto garanto que não é por isso que me assemelho ao distribuidor de brinquedos do Pólo Norte, é mais pelo saco que trouxe agora da feira do livro.

Tudo livros para a faculdade, da Devir essa grande Editora de livros “técnicos”.

Como vou ter exame esta quarta-feira (de Psicossociologia das Organizações) optei por adquirir dois do Sin City e um do Hellboy… (pode ser que esta história passe como verdadeira cá em casa, nada de fazerem queixinhas).


Jorge

Não fui que escrevi, mas podia ter sido

por Jorge, em 12.06.05
Why does my heart
Feel so bad?
Why does my soul
Feel so bad?

Texto: Moby

O que ando a comer?

por Jorge, em 12.06.05
Estive agora a comer um gelado, cuja embalagem dizia o seguinte:

Ingredientes: leite magro reconstituído, açucar, manteiga de cacau, gordura vegetal, leite magro em pó, xarope de glucose e frutose, manteiga concentrada, lactose e proteínas lácteas, pasta de cacau, natas, emulsionantes (E471, E442, E476), xarope de açucar caramelizado, espessantes (E401, E410, E407), amido modificado, pedaços de vagem de baunilha, aromatizante, corante (E160a).

Parece muito saudável, certo? :p

Jorge

Em direcção ao Horizonte...

por Jorge, em 09.06.05
"I´m pushing an elephant up the stairs
I´m tossing up punchlines that were never there
Over my shoulder, a piano falls
Crashing to the ground
I´m breaking through
I´m bending spoons
I´m keeping flowers in full bloom
I´m looking for answers from the Great Beyond"

REM, The Great Beyond

Estes dias permitiram-me pensar como é grande a necessidade que tenho de transcender a minha humanidade. Pegando num sketche do Gato Fedorento, necessito de ser o "15-00" (quinze a zero), o resultado pouco provável.

Por sentir isso é que todos os dias quando me sento a pensar nisso percebo que não tenho feito para ser o "15-00". Honestamente, sinto que deve ser um empate (um 03-03). Há sonhos que têm sido sufocados, há esperanças perdidas, há medo, há falta de empenho e há desistências. Mas o que me têm surpreendido não é vontade louca de voar, é ter medo de o fazer.

Quem escreve este post é um rapaz em pleno processo de se tornar pessoa, que como muitos sonhou em ir muito além de onde outros foram, que vive de acordo com a sua própria filosofia, que tenta diariamente vencer a rotina e deixar o mundo um lugar um bocadinho melhor do que quando o encontrou. Sim, é o mesmo tipo que um dia criou o Sonhos Urbanos para partilhar os seus textos com os outros.

Continuo a querer atinjir algo que não sei bem o quê e a correr numa direcção incerta. Ainda bem que não desiludi a criança que um dia fui.

Jorge

0

por Jorge, em 08.06.05
“Começar de novo! Esquecer o passado! É como iniciar a audição de um concerto no 2º andamento, ou dizer que um livro começa na página 45.”

Maria João Matos Silva


Não é preciso começar de novo cada vez que iniciamos uma nova fase da nossa vida, basta mudarmos o que temos a mudar e seguir em frente (o passado vai connosco, não precisa é de nos abandonar).

Para quê voltar sempre à casa de partida quando o jogo já vai avançado?

Jorge

Abertura Oficial

por Jorge, em 08.06.05
Declaro oficialmente aberta a temporada de frequências!!! Um dos momentos mais mágico do ano, onde podemos assistir às maiores dúvidas existenciais.

É sempre nesta fase que ouço alguém a dizer que quer desistir do curso... e é sem dúvida a fase do arrependimento: "Ai quem me dera ter estudado mais!". Pois meus amigos, só que o passado já se foi (nada como umas horas de sono penhoradas para compensar).

A todos os que se vão meter por caminhos de exames, frequência e loucuras por amor: BOA SORTE!!!!

Jorge

Para quem gosta de saber como vai acabar...

por Jorge, em 07.06.05
Algumas pessoas passam os seus dias com o olhar focado no futuro, sempre a pensar (em voz alta) "Onde é que isto nos vai levar? Como é que vai acabar?".

Tenho estranhado esta pergunta, será que não sabem que no fim da vida morremos?

Tudo o que amamos deixará de existir algum dia, e a grande angústia existencial começa porque sabemos que também nós temos agendada a nossa "não-existência". Acho que se fala pouco sobre algo tão certo no nosso futuro.

Mesmo assim nada de tristezas, podemos sempre viver à grande no tempo que nos resta.

Jorge