Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sonhos Urbanos

Powered by Cognitive Science

Nas tuas asas

por Jorge, em 24.05.05
Sinto-me tão só! Intriga-me sempre que consiga sentir-me assim no meio de uma multidão...
Sonho com um beijo teu e com ser envolvida nos teus braços, na esperança que eles me devolvam esse sentimento de pertença à humanidade que eu tenho facilidade em esquecer. Nestes momentos só a tua presença me soa a companhia.
Imagino-te sempre com asas! Acredito sinceramente que foste feito para voar.




Por isso, nestas noites em que me perco pelos caminhos da solidão, o que eu desejava mesmo era correr para as tuas asas, aninhar-me nelas e ser embalada até adormecer. Acho que o que queria era finalmente sentir-me em casa...

Texto: Raposa
Imagem: Antonio Canova “Eros e Psique”, (1787-93)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.